Barrichello vence e lidera o campeonato - no mundo virtual

terça-feira, 13 de setembro de 2011 09:43 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Rubens Barrichello pode vangloriar-se de ser um vencedor de corridas e líder do campeonato, e de já ter contrato para a próxima temporada - pena que não estamos falando da Fórmula 1.

"Neste fim de semana ganhei minha primeira corrida virtual, e foi ótimo. É incrível como é competitivo", disse o brasileiro de 39 anos a jornalistas no fim de semana do GP da Itália de Fórmula 1, em que ele terminou em 12o lugar.

"Chama-se STCC 2, que são os carros suecos de turismo. Já fiz quatro corridas e estou liderando o campeonato. É bem divertido. Guio um Volkswagen Scirocco e já estou contratado para o ano que vem."

Já na vida real o cenário é menos claro. Barrichello, recordista mundial em participações na F1, pretende disputar em 2012 sua 20a. temporada consecutiva, aos 40 anos. Mas a equipe Williams ainda não confirmou nada disso.

"Estamos conversando dia a dia. Vamos ver. Eu queria que já tivéssemos fechado um acordo, mas está demorando um pouco mais. Estou me empenhando para ver se conseguimos fechar um acordo assim que possível", afirmou ele. "A equipe está colocando tudo em perspectiva, e sabe o que eu posso oferecer."

Barrichello soma na carreira 11 vitórias pela Ferrari e pela Brawn, mas na Williams conseguiu marcar apenas 4 pontos em 13 corridas nesta temporada. Mesmo assim, ele acha que as coisas podem melhorar - a equipe terá motores Renault e novos técnicos na próxima temporada. Se não for assim, para ele não interessa.

"Para ficar trabalhando por mais um ano desse jeito, no meu vigésimo ano, preciso de algo melhor. (...) Se não for assim fico em casa cuidando dos meus filhos e ganhando meus jogos da internet."

O automobilismo virtual, contra rivais como seu compatriota Felipe Massa, da Ferrari, é uma bem-vinda distração para os problemas reais das pistas. "É profissional demais. Você precisa ver o vento, as condições da pista, pode ir para o grid e não pode voltar para o pit stop, aí está chovendo e você está com pneus lisos. É preciso ser muito preciso", disse ele.

"Tenho corrido contra todo o pessoal do Brasil que corre na stock car. O Massa está correndo também. Somos 65 no campeonato, e tem os caras que estão fazendo isso já faz dez anos. E dá para assistir ao vivo em um site."

"Adoro a internet", contou Barrichello. "Jogo pôquer e as pessoas não me reconhecem, o que é divertido. Mas (a corrida virtual) é profissional demais", disse Barrichello, que tem 1,1 milhão de seguidores no Twitter.