Cingapura oferece ajuda à Indonésia para conter incêndios

quarta-feira, 14 de setembro de 2011 09:53 BRT
 

CINGAPURA (Reuters) - A Cingapura ofereceu enviar aviões para ajudar a Indonésia a conter os incêndios florestais que ameaçam ofuscar a corrida da Fórmula 1 na próxima semana, informou a mídia local nesta quarta-feira.

Todos os anos, incêndios florestais iniciados ilegalmente por fazendeiros e empresas madeireiras na ilha indonésia de Sumatra durante a temporada de seca geram fumaça sobre a Cingapura e a Malásia, provocando problemas de saúde.

A Indonésia, maior produtora mundial de óleo de palma, prometeu repetidas vezes que irá combater o problema, mas os incêndios continuam sendo um evento anual por conta do falta de policiamento.

"Temos uma equipe à disposição para ajudar a apagar os incêndios ou mesmo para a adubação de nuvens, assim como para oferecer assistência técnica. Mas isso realmente depende da solicitação ou da necessidade da Indonésia", disse o ministro de Meio Ambiente e Recursos Hídrigos de Cingapura, Vivian Balakrishan, à emissora NewsAsia.

Segundo ele, autoridades indonésias pareciam estar tentando apagar os incêndios por conta própria.

A Malásia expressou preocupação à Indonésia sobre os 600 pontos vulneráveis a incêndios em Sumatra, segundo a agência estatal de notícias Bernama, que citou o ministro de Recursos Naturais e Meio Ambiente, Douglas Uggah Embas.

A Cingapura será a anfitriã da Fórmula 1 neste mês. Diferente das outras etapas da competição, o evento de Cingapura é realizado à noite para que possa ser acompanhado por telespectadores europeus.

Fumaça cobriu a Cingapura e partes da Malásia durante o final de semana, mas desde então se dispersou. Na Indonésia, um aeroporto em Jambi, na ilha de Sumatra, permaneceu parcialmente fechada por conta da fumaça.

(Reportagem de Kevin Lim em Cingapura, Liau Y-Sing em Kuala Lumpur e Rieka Rahadiana em Jacarta)

 
Bombeiro tenta apagar fogo no parque nacional de Berbak, na Indonésia, na segunda-feira. A Cingapura ofereceu enviar aviões para ajudar a Indonésia a conter os incêndios florestais que ameaçam ofuscar a corrida da Fórmula 1 na próxima semana, informou a mídia local nesta quarta-feira.12/09/2011  REUTERS/Andreas Sarwono