Cristiano Ronaldo se diz vítima de inveja

quinta-feira, 15 de setembro de 2011 14:20 BRT
 

MADRI (Reuters) - Cristiano Ronaldo acha que é hostilizado por torcidas adversárias porque é "rico, bonito e grande jogador", disse o atacante do Real Madrid depois da vitória por 1 x 0 sobre o Dínamo Zagreb.

O jogador mais caro do mundo foi amplamente vaiado durante o jogo pela Liga dos Campeões na Croácia, além de ser alvo de algumas entradas duras - das quais uma deixou seu tornozelo direito sangrando e exigiu alguns pontos.

O português, de 26 anos, também ficou insatisfeito com o árbitro Svein Oddvar Moen, e disse que os jogadores de ponta precisam de mais proteção.

"Estamos felizes com os três pontos que conseguimos, mas não estou satisfeito com a arbitragem. Espero que nunca mais tenhamos esse árbitro. As pessoas falam de fair-play, de proteger os bons jogadores, mas eu nunca recebo isso. Não entendo nada."

"Fico triste porque ouço alguns árbitros dizerem que vão proteger os jogadores talentosos, mas enquanto alguns são intocáveis, parece que eu posso ser espancado", queixou-se.

Questionado sobre o comportamento da torcida do Dínamo - que não só o vaiou como também gritou o nome do rival Barcelona e do seu craque Lionel Messi -, Cristiano Ronaldo disse: "Acho que, por eu ser rico, bonito e um grande jogador, as pessoas têm inveja de mim. Não tenho nenhuma outra explicação."

O lateral argentino Angel Di Maria marcou o único gol da partida, aos 8 minutos do segundo tempo.

(Reportagem de Iain Rogers)

 
Cristiano Ronaldo (dir) do Real Madrid disputa jogada com Luis Ibanez, do Dinamo Zagreb, durante jogo da Liga dos Campeões no Zagreb. Cristiano Ronaldo acha que é hostilizado por torcidas adversárias porque é "rico, bonito e grande jogador", disse o atacante do Real Madrid depois da vitória por 1 x 0 sobre o Dínamo Zagreb.  14/09/2011   REUTERS/Nikola Solic