Barein pagou apesar de corrida cancelada na F1, diz Ecclestone

segunda-feira, 19 de setembro de 2011 14:29 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O Barein pagou pela taxa de organização do Grande Prêmio de Fórmula 1 deste ano, embora a corrida tenha sido cancelada, disse o chefe comercial da categoria, Bernie Ecclestone, ao jornal Independent de segunda-feira.

"Não acho que o volume de negócios será baixo este ano," disse o britânico de 80 anos ao jornal, quando questionado sobre o balanço do esporte em 2011.

"Acho que será positivo porque recebemos do Barein. Eu lhes disse que devolveríamos o dinheiro e eles falaram 'Não precisa'."

A taxa de organização para este ano foi estimada por fontes diversas em cerca de 40 milhões de dólares.

Ecclestone havia dito em fevereiro que havia dispensado as taxas de direitos depois que a corrida de abertura da temporada foi cancelada em razão do levante civil violento.

(Reportagem de Alan Baldwin)