Alonso diz ter confiança de que pode adiar título de Vettel

sábado, 24 de setembro de 2011 15:39 BRT
 

Por Ossian Shine

CINGAPURA (Reuters) - Fernando Alonso, da Ferrari, demonstrou neste sábado confiança de que pode adiar as comemorações do título de Sebastian Vettel, apesar de largar em quinto no Grande Prêmio de Cingapura, no domingo.

O espanhol está perto de não ter esperanças de evitar o segundo título consecutivo do piloto da Red Bull, mas um pódio sob os holofotes da pista em Cingapura é o suficiente para deixar o alemão de 24 anos esperando por mais duas semanas.

"Estou convencido de que um lugar no pódio está ao nosso alcance", declarou o vencedor de dois dos três GP's de Cingapura realizados até hoje.

"Normalmente nós vamos melhor na corrida do que no classificatório e não há motivo para ser diferente aqui", acrescentou Alonso, que evitou a vitória de Vettel em Cingapura no ano passado após uma emocionante perseguição até a linha de chegada.

"Esta é uma corrida muito difícil para a parte mecânica do carro e o safety car geralmente é necessário. Vamos ver o que acontece mas, eu digo novamente, eu estou confiante em nossas chances de chegar ao pódio."

Vettel, que larga na pole position, tem uma vantagem de 112 pontos sobre Alonso e conquista o título com antecedência de cinco provas se aumentar sua liderança em pelo menos mais 13 pontos.

Alonso tem o colega de equipe de Vettel, Mark Webber e a dupla da McLaren Jenson Button e Lewis Hamilton à sua frente no grid de largada.

O espanhol, que arrancou a liderança de Vettel no início do GP da Itália depois de largar em quarto, disse a um grupo de repórteres e equipes de TV que tudo ainda está em jogo.

"Com uma volta normal eu talvez fique meio segundo atrás da McLaren então esse é o jeito", disse ele, encolhendo os ombros como um mecânico da Ferrari e colocando uma toalha gelada ao redor do pescoço.

"É uma corrida longa... Eu acho que a estratégia será uma boa parte por conta dos pit stops, das possibilidades de safety car. É o começo... há o alto desgaste dos pneus. Amanhã muitos fatores podem se tornar uma parte importante e tenho esperança de que tudo dê certo."

 
Fernando Alonso, da Ferrari, após sessão de qualificação do Grande Prêmio do Cingapura.  24/09/2011 REUTERS/Edgar Su