Jogadores do Real defendem Mourinho antes de jogo com Ajax

segunda-feira, 26 de setembro de 2011 16:18 BRT
 

MADRI (Reuters) - Os jogadores e funcionários do Real Madrid ofereceram apoio ao técnico José Mourinho, defendendo o moral e a união do time depois de algumas apresentações com desempenho abaixo do esperado.

A equipe nove vezes campeã europeia volta à ação na Liga dos Campeões em casa contra o Ajax, de Amsterdã, na quarta-feira. Há duas semanas, o Real venceu o Dínamo de Zagreb por 1 x 0, em um jogo pouco inspirador, tornando-se líder do Grupo D.

A derrota por 1 x 0 para o Levante e o empate de 0 x 0 diante do Racing Santander antes da goleada de 6 x 2 no Rayo Vallecano no sábado levaram os jornalistas a questionarem o jogador Alvaro Arbeloa na segunda-feira sobre a animação do time e seu relacionamento com Mourinho.

"Estamos todos totalmente unidos e o clima é bom, mesmo depois de uma semana muito difícil", disse Arbeloa em uma entrevista coletiva.

"Alguns de nós jogadores viemos a público e negamos essa conversa de supostas divisões ou clima ruim e estou fazendo isso de novo."

Houve um acalorado debate na assembleia geral de acionistas no fim de semana, e alguns integrantes acusaram Mourinho de prejudicar a imagem do clube com seu comportamento.

Isso levou a uma contundente defesa do técnico português por parte do presidente do clube, Florentino Pérez.

Na quarta-feira, Mourinho completa a última partida de uma punição de três jogos imposta pela Uefa após uma discussão durante o confronto de semifinal da temporada passada contra o Barcelona.

"Não estamos unidos desde ontem, faz muito tempo que estamos trabalhando todos na mesma direção", afirmou Aitor Karanka, técnico auxiliar do Real.

(Reportagem de Mark Elkington)

 
Técnico do Real Madrid, José Mourinho, no banco de reservas contra o Rayo Vallecano, em Madri. 24/09/2011 REUTERS/Sergio Perez