Mário Fernandes é desconvocado da seleção por motivos pessoais

segunda-feira, 26 de setembro de 2011 16:47 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O lateral-direito Mário Fernandes, do Grêmio, não se apresentou à seleção brasileira nesta segunda-feira para o jogo com a Argentina alegando não ter condições psicológicas para se dedicar à equipe comandada pelo técnico Mano Menezes.

Ele foi desconvocado, e Mano não convocará um substituto para a vaga.

Segundo a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Mário Fernandes enviou mensagem "em que justifica a desconvocação por razões estritamente pessoais".

"Mano Menezes diz que respeita os motivos abordados pelo jogador, mas ressalta que considera não serem os mesmos suficientes para futuras decisões envolvendo a seleção brasileira", informou a CBF em seu site.

O atleta, que também atua como zagueiro, tem 21 anos e era uma aposta do treinador para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Em nota, o lateral do Grêmio explicou que "não se encontra em condições psicológicas de se dedicar inteiramente à seleção nacional".

"O atleta faz questão de esclarecer que a sua não apresentação à seleção brasileira é em decorrência de problemas particulares responsáveis por uma alta carga de estresse no atleta", disse o comunicado divulgado por sua assessoria de imprensa.

Mário Fernandes havia sido convocado também para o jogo do dia 14 de setembro contra a Argentina, em Córdoba, onde houve empate por 0 x 0. Na ocasião, ele disse que se sentia "muito feliz por estar na seleção e que esperava voltar mais vezes", segundo a CBF.

A segunda partida contra os argentinos, válida pelo Superclássico das Américas, acontece em Belém na quarta-feira.

(Reportagem de Tatiana Ramil)