Sete morrem em briga após jogo de futebol no Saara Ocidental

terça-feira, 27 de setembro de 2011 10:05 BRT
 

RABAT (Reuters) - O número de mortos nos confrontos ocorridos no fim de semana após uma partida de futebol no Saara Ocidental subiu para sete, informou a agência de notícias oficial do Marrocos nesta terça-feira.

O Marrocos anexou a antiga colônia espanhola em 1975, e desde então a região tem sido objeto de uma disputa entre o governo do Marrocos e um movimento de independência apoiado pela vizinha Argélia.

Autoridades marroquinas tinha inicialmente dito que a violência após a partida de domingo matara uma pessoa, e no dia seguinte aumentou o número de mortos para dois.

A partida foi entre o time do Saara Ocidental Mouloudia Dakhla contra o Mohammadia Chabab, uma equipe de uma cidade perto de Casablanca. Uma fonte oficial do Sara Ocidental disse à Reuters que dois integrantes das forças de ordem pública estavam entre os sete mortos.

Autoridades marroquinas disseram que os confrontos eclodiram quando os torcedores que deixavam o estádio começaram a atirar pedras contra a torcida da equipe adversária.

Eles disseram que pessoas com antecedentes criminais em seguida juntaram-se à confusão, atacando os transeuntes com paus e facas.

Várias pessoas foram mortas em novembro do ano passado quando as forças de segurança marroquinas desmantelaram um acampamento de protesto no Sahara Ocidental, onde milhares de moradores se reuniram para exigir melhores condições de vida.

O Saara Ocidental é uma área escassamente povoada no deserto do tamanho da Grã-Bretanha. O Marrocos diz que o território deve ficar sob a sua soberania, enquanto a Frente Polisário. que vive no exílio, diz que o Saara Ocidental é um Estado independente.

A Frente Polisário travou uma guerra de guerrilha contra forças marroquinas até que a Organizou das Nações Unidas mediou um cessar-fogo em 1991. Desde então, várias rodadas de negociações não conseguiram produzir um acordo sobre o estatuto do Saara Ocidental.

(Reportagem de Souhail Karam)