Maior estádio do Peru é fechado após morte de torcedor

terça-feira, 27 de setembro de 2011 11:14 BRT
 

LIMA (Reuters) - O maior estádio do Peru foi fechado enquanto as autoridades investigam um incidente em que uma pessoa morreu após cair de um camarote durante uma partida no fim de semana.

Um torcedor de 23 anos do Alianza Lima morreu no final da partida de sábado contra o arquirrival Universitario, que estava jogando como mandante no estádio Monumental.

Testemunhas disseram que a vítima caiu de um camarote VIP depois que torcedores do Universitario invadiram o local e atacaram os ocupantes, incluindo crianças, em um incidente que chocou o país. Segundo os presentes, não havia policiamento suficiente no estádio.

"Nós vamos fechar o estádio até que seja investigado o que aconteceu e esse ato deplorável seja punido", disse à televisão peruana Oscar Benavides, prefeito do distrito de Ate, em Lima.

A liga peruana de futebol (ADFP) também proibiu o Universitario de usar o estádio até novo aviso.

"Os diretores da ADFP concordaram que, até que o tribunal tome uma decisão disciplinar, nenhuma partida será agendada para o estádio Monumental", disse a liga em seu site (www.adfp.org.pe).

O Monumental, inaugurado em 2000, tem capacidade para cerca de 80 mil torcedores. O local ficou impedido de receber clássicos por vários anos após incidentes violentos ocorridos em um clássico anterior Alianza x Universitario.

Apesar de ser o maior estádio do país, o Monumental não recebe os jogos da seleção do Peru, que são realizados no Estádio Nacional, melhor localizado e que foi recentemente modernizado.