Técnico do City diz que Tevez se recusou a jogar contra Bayern

terça-feira, 27 de setembro de 2011 19:46 BRT
 

Por Karolos Grohmann

MUNIQUE, Alemanha (Reuters) - O atacante argentino Carlos Tevez se recusou a jogar pelo Manchester City quando o técnico Roberto Mancini disse a ele para entrar em campo durante a derrota de 2 x 0 para o Bayern de Munique pela Liga dos Campeões, afirmou Mancini nesta terça-feira.

Mancini declarou a repórteres que Tevez nunca mais jogará pelo City.

"Estou realmente desapontado por causa de Carlos. Isso não pode acontecer em um clube grande -- se recusar a entrar e ajudar os companheiros. O que eu disse a Carlos fica entre mim, ele e a equipe", afirmou Mancini, visivelmente contrariado, em entrevista coletiva.

"Mas se queremos melhorar como equipe, Carlos não pode jogar conosco. Comigo, ele está acabado."

O treinador explicou que pediu ao argentino para entrar restando 35 minutos para o final do jogo, dizendo a ele que poderia mudar o resultado de 2 x 0.

Mancini declarou: "ele se recusou a ir para o aquecimento e de novo se recusou a ir ao campo. Se um jogador tem muito dinheiro para jogar pelo Manchester City ... ele não pode jogar, nunca."

Antes do início da temporada, Tevez pediu para ser negociado, alegando razões familiares. Ele disse preferir jogar perto da Argentina, onde vive sua família. O Corinthians fez uma proposta para ter o jogador campeão brasileiro de 2005 de volta, mas o City rejeitou.

Tevez atuou em apenas um jogo completo nesta temporada, a vitória da semana passada contra o Birmingham City pela Copa da Liga. Ele jogou por nove minutos na estreia do City na Liga dos Campeões, há duas semanas, contra o Napoli, entrou duas vezes como substituto no Campeonato Inglês e iniciou uma partida.

(Reportagem adicional de Mike Collett em Londres)

 
Carlos Tevez, do Manchester City, caminha para o ônibus após jogo contra o Bayern de Munique. O técnico do time inglês, Roberto Mancini, disse que o argentino se recusou a entrar em campo.  REUTERS/Kai Pfaffenbach