Manchester City suspende Tevez após incidente contra o Bayern

quarta-feira, 28 de setembro de 2011 17:53 BRT
 

MANCHESTER, Inglaterra (Reuters) - O Manchester City suspendeu o atacante Carlos Tevez por até duas semanas nesta quarta-feira, um dia depois de o técnico Roberto Mancini afirmar que o jogador se recusou a entrar em campo durante a partida da Liga dos Campeões contra o Bayern de Munique.

"A suspensão do jogador depende de uma revisão completa sobre sua conduta durante a derrota de terça-feira a noite por 2 x 0 diante do Bayern de Munique", informou o clube em seu website (www.mcfc.co.uk).

"O jogador não será considerado para jogos ou fará parte de treinamento enquanto a revisão estiver em curso."

Tevez negou nesta quarta-feira que tenha se recusado a entrar em campo. "Houve alguma confusão no banco, e acredito que minha posição possa ter sido mal interpretada", disse ele em comunicado divulgado pela imprensa inglesa.

"Gostaria de pedir desculpas a todos os torcedores do Manchester City, com quem sempre tive uma relação forte, por qualquer mal-entendido que tenha ocorrido em Munique."

Mancini, porém, afirmou a jornalistas na terça-feira que o argentino ignorou ordens de ir para o aquecimento no começo do segundo tempo do jogo e que, enquanto ele comandar a equipe, Tevez "acabou".

O argentino manifestou neste ano a intenção de deixar a Inglaterra, alegando razões familiares.

Em junho, em entrevista na Argentina, Tevez fez comentários depreciativos sobre Manchester, dizendo que a cidade "não tem nada" e é "muito cara". Acrescentou que não desejava "voltar nunca mais a Manchester, nem de férias".

Nessa época, ele esteve prestes a ser negociado com o Corinthians, mas a negociação para voltar ao time brasileiro não vingou. Tevez então perdeu a braçadeira de capitão do City e foi para a reserva, enquanto seu compatriota Sergio Aguero assumiu a dupla com Edin Dzeko no ataque.

(Reportagem de Sonia Oxley)