Lucas e Neymar levam Brasil à vitória de 2 x 0 contra Argentina

quinta-feira, 29 de setembro de 2011 11:50 BRT
 

BELÉM (Reuters) - Gols marcados no segundo tempo pela jovem dupla ofensiva Lucas e Neymar levaram a seleção brasileira a uma vitória por 2 x 0 sobre a arquirrival Argentina em um amistoso realizado apenas com jogadores que atuam no dois países, na noite de quarta-feira.

A vitória no estádio Mangueirão deu ao Brasil o primeiro título do Superclássico das Américas, um torneio amistoso que passará a ser realizado anualmente com dois jogos, um em cada país. No confronto de ida, há duas semanas em Córdoba, a partida terminou empatada sem gols.

O atacante de 19 anos do São Paulo Lucas, tendo sua primeira chance como titular do Brasil, partiu ainda do campo brasileiro numa arrancada em alta velocidade e apenas tirou do goleiro num toque de classe para abrir o marcador, aos 8 minutos do segundo tempo.

Neymar marcou o segundo aos 30, empurrando para a rede de dentro da pequena área após cruzamento da esquerda de Diego Souza, que entrou no decorrer da partida.

Enquanto a Argentina praticamente não teve jogadores da seleção principal, o Brasil contou com nomes como Neymar e Ronaldinho, que são titulares também do time principal brasileiro. Do lado argentino, os jogadores que atuam no Brasil Walter Montillo (Cruzeiro) e Pablo Guiñazu foram titulares na ausência dos principais nomes.

O Brasil, que contou com três estreantes no time titular -- Cortês (Botafogo), Rômulo (Vasco da Gama) e Borges (Santos) -- dominou o jogo desde o primeiro tempo e só não abriu o marcador antes porque Neymar não alcançou cruzamento de seu companheiro de clube Borges e a bola atravessou a grande área.

Ronaldinho também teve uma boa chance numa cobrança de falta, mas a bola passou por cima do travessão.

O capitão da equipe, que ergueu um troféu após a partida, voltou ao time apenas este mês após quase um ano de ausência para o amistoso contra Gana em Londres, vencido pelo Brasil por 1 x 0, e agora é visto pelo técnico Mano Menezes como um líder para a nova geração com vistas ao Mundial de 2014 no país.

"É maravilhoso jogar não só com o Neymar, mas com o Lucas também, esses jovens talentos... Eu vim pra cá para isso, para dar apoio a essa juventude"", disse Ronaldinho a repórteres após a partida, acrescentando que agora deseje disputar a Olimpíada de Londres em 2012 como um dos jogadores com mais de 23 anos.

"Eu vou um passo de cada vez, meu sonho agora é conquistar o ouro olímpico que falta na minha carreira, e depois chegar com tudo na Copa do Mundo", afirmou.

(Texto de Pedro Fonseca no Rio de Janeiro)

 
Ronaldinho Gaúcho, Neymar, Diego Souza e Lucas seguram o troféu do Superclássico das Américas em Belém. 28/09/2011 REUTERS/Paulo Santos