Button é o mais rápido em Suzuka; Vettel bate

sexta-feira, 7 de outubro de 2011 20:40 BRT
 

Por Alan Baldwin

SUZUKA (Reuters) - Sebastian Vettel bateu e Jenson Button, o único piloto ainda capaz de tirar o bicampeonato do alemão da Red Bull, liderou os dois treinos livres desta sexta-feira no circuito japonês de Suzuka para a próxima etapa da Fórmula 1.

Vettel precisa de apenas um ponto na prova de domingo para se tornar o mais jovem bicampeão da história, aos 24 anos, a quatro provas do fim do campeonato. Mas ele cometeu um erro na saída da curva Degner 1, no final do treino matinal de 90 minutos, num dia de forte calor.

"Não foi um erro grande hoje de manhã, mas naquele momento eu não estava cem por cento acordado, e os erros por aqui podem ser bem caros", disse o alemão, que fez o terceiro melhor tempo nos dois treinos.

"Saí da pista e tentei desacelerar o carro, mas bati ligeiramente no muro. Não foi um grande impacto, mas causou algum dano ao carro, então não foi perfeito."

O piloto da Red Bull, que fez a pole no Japão em 2009 e 2010, tem uma vantagem de 124 pontos sobre Button, e restam apenas 125 pontos em disputa. Button compara o seu desafio a uma criança de quatro anos correndo contra um adulto numa prova de 100 metros.

Para que a disputa continue depois de domingo, o inglês precisa vencer, e Vettel não pode pontuar -- algo que não acontece há 17 corridas, desde outubro do ano passado.

Mas Vettel deu a entender que as coisas ainda não estão definidas. "O circuito parece bastante traiçoeiro neste ano com esses pneus - eles fazem os carros parecerem mais vivos, então no domingo teremos uma corrida interessante", disse.

No treino vespertino, Button, da McLaren, fez o tempo de 1min31s901, seguido por Fernando Alonso, da Ferrari. De manhã, Lewis Hamilton, colega de Button na McLaren, havia ficado em segundo. O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, fez o quinto tempo.

Se de manhã o incidente de Vettel foi o grande assunto, à tarde quem roubou a cena foi Rubens Barrichello, que bateu na metade do treino, também na curva Degner. Sua Williams atingiu a barreira de pneus com a traseira, com muito mais força do que na colisão de Vettel.

 
O piloto da McLaren Jenson Button foi o mais rápido nos treinos livres para o GP do Japão de F1. REUTERS/Toru Hanai