Com Rooney sob críticas, Capello defende seleção inglesa

sábado, 8 de outubro de 2011 15:04 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Wayne Rooney sofreu uma avalanche de críticas da mídia neste sábado após o empate em 2 x 2 entre Inglaterra e Montenegro, já que seu cartão vermelho o deixa fora pelo menos da primeira partida da Euro 2012.

O atacante ajudou a armar os dois gols da seleção inglesa antes de ser expulso por um chute em Miodrag Dzudovic faltando 20 minutos para o fim do jogo. A Inglaterra concedeu o empate já no final, mas se agarrou ao ponto que necessitava para liderar o Grupo G.

As manchetes de jornais açoitaram o atacante, cujos pai e tio foram presos esta semana e soltos sob fiança em uma investigação sobre um suposto escândalo envolvendo apostas.

Como esta foi a última partida classificatória da Inglaterra, ele enfrenta uma punição de no mínimo uma partida na competição de junho próximo na Ucrânia e na Polônia, que pode ser acentuada pela Uefa.

A Inglaterra não tem nenhum outro jogador como Rooney, que consegue ser um atacante mortal e também armar jogadas, e Capello precisa lidar com sua ausência.

O técnico italiano defendeu sua decisão de escalar Rooney, que também foi expulso na Copa do Mundo de 2006.

"Não foi nenhum equívoco escolhê-lo. Falei com ele antes do jogo e ele estava relaxado e calmo, daí entrou em campo e cometeu esse erro tolo," disse Capello aos repórteres.

O capitão John Terry tentou olhar o lado positivo.

"Podemos analisar a campanha como um todo e ficar satisfeitos com a maneira como demos a volta por cima depois da Copa (de 2010)," disse.

(Por Mark Meadows)