Massa tem novo incidente com Hamilton e termina em 7o

domingo, 9 de outubro de 2011 17:11 BRT
 

Por Alan Baldwin

SUZUKA (Reuters) - O piloto da Ferrari Felipe Massa pediu que a organização da Fórmula 1 fosse dura com Lewis Hamilton, da McLaren, depois de um novo acidente entre os dois no Grande Prêmio do Japão, neste domingo.

Os dois, que já tinham batido nesta temporada em Mônaco e Cingapura, voltaram a se encontrar na pista de Suzuka enquanto disputavam a quarta posição.

A asa dianteira da Ferrari foi deslocada com o impacto e caiu no meio da pista. O acidente gerou a entrada do safety car para permitir que a sujeira na pista fosse recolhida.

Os fiscais de prova analisaram o acidente e decidiram que nenhuma outra ação será tomada.

"Eu estava muito mais rápido, então fui para a esquerda e freei. Eu fiquei na minha linha, ele moveu o carro dele e acertou o meu. Não tenho mais nada a dizer", disse Massa a repórteres depois de terminar em sétimo.

"Não me importo com o que ele diz, eu me preocupo com o que a federação diz e o que a FIA faz. Eles penalizaram pilotos por muito menos e, desta vez, não fizeram nada."

"É a segunda vez consecutiva depois do problema nos treinos e na última prova", acrescentou o brasileiro. "A FIA precisa cuidar disso, eles são os únicos que podem cuidar disso."

Hamilton, campeão em 2008 que parece hoje incapaz de passar uma corrida sem gerar polêmicas, disse que os seus espelhos vibraram tanto que ele não viu Massa.

"Peço desculpas se os nossos carros se tocaram. Aconteceu a mesma coisa, nós sempre estamos juntos", disse o britânico, que terminou em quinto em uma corrida vencida pelo companheiro de equipe Jenson Button e que deu o bicampeonato para Sebastian Vettel da Red Bull. "A culpa foi minha, mas felizmente nada aconteceu", acrescentou.

 
Pilotos da Ferrari Felipe Massa (à frente) e Fernando Alonso durante o GP do Japão de F1, em Suzuka. 09/10/2011 REUTERS/Toru Hanai