Argentina domina primeiro dia do remo em Guadalajara

segunda-feira, 17 de outubro de 2011 22:41 BRST
 

Por Rex Gowar

GUADALAJARA (Reuters) - A Argentina ganhou três das quatro medalhas de ouro no início da disputa do remo nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara nesta segunda-feira, um bom dia para os sul-americanos na competição, com a Venezuela juntando-se à Colômbia entre os medalhistas do ciclismo.

Os Estados Unidos dominaram as provas do tiro e do adestramento, levando mais três ouros.

Gabriela Best, medalhista de prata no Pan do Rio, em 2007, e Laura Abalo começaram bem a competição para a Argentina, que superou EUA e Canadá, que ficaram com a prata e o bronze, respectivamente.

Num dia ensolarado, os homens também venceram sua prova, de quatro lugares, superando Canadá e Cuba, enquanto Cristian Rosso e Ariel Suárez levaram o terceiro ouro para a Argentina na modalidade.

No ciclismo, a Colômbia, que tinha conquistado três ouros, ganhou o quarto com a equipe masculina de perseguição.

Juan Arango, Edwin Avila, Arles Castro e Weimar Roldan levaram a melhor sobre o Chile, campeão em 2007, com o recorde da competição, 3min59s236, a seis segundos do recorde mundial estabelecido pelos britânicos na Olimpíada de Pequim, em 2008. A Argentina levou o bronze junto com o México.

Entretanto, a Venezuela levou as outras duas medalhas disputadas no ciclismo, as provas de velocidade para homens e mulheres, ambas com recordes pan-americanos.

"Este é o resultado de um longo trabalho durante dois anos. Graças a Deus conseguimos ganhar o ouro e ficamos a um segundo do recorde mundial", declarou Hersony Canelon, da equipe masculina da Venezuela, que marcou 43s999 nas eliminatórias, enquanto os britânicos fizeram 42s950 em Pequim.