Thiago Pereira ganha seu 3o ouro, o 6o da natação brasileira no Pan

terça-feira, 18 de outubro de 2011 00:13 BRST
 

(Reuters) - Thiago Pereira garantiu sua terceira medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara ao ganhar a prova dos 100 metros costas na segunda-feira, quando o Brasil levou dois outros na natação, somando seis após três dias de competições.

O brasileiro fez o tempo de 54s56, ficando à frente do norte-americano Eugene Godsoe e do também brasileiro Guilherme Guido, medalhista de bronze.

"Foi bom. Vacilei um pouco na chegada, achei que não ia dar", disse Thiago em entrevista à TV após a prova.

Thiago Pereira, que no Pan do Rio, em 2007, conquistou o recorde de seis medalhas de ouro, levou o primeiro ouro do Brasil no México, nos 400m medley, e garantiu outra medalha dourada no revezamento 4x100m livre. Ele não nadou a final, mas esteve com a equipe brasileira no revezamento.

O Brasil conquistou outra medalha de ouro nesta noite, com Leonardo de Deus na prova dos 200m borboleta. Ele chegou a ser desclassificado por causa de uma toca supostamente irregular, mas sua posição foi mantida após alguns minutos de impasse.

"Estou muito feliz. É meu primeiro Pan, está sendo uma experiência incrível", afirmou Leonardo ao sair da piscina.

Outro brasileiro, Kaio Márcio, campeão no Rio, terminou em terceiro e ficou com o bronze na mesma prova. O norte-americano Daniel Madwed levou a prata.

Também nesta segunda, Joanna Maranhão ficou com o quarto lugar nos 400m livre, com o tempo de 4m13s76. A prova foi vencida pela norte-americana Rene Ryan, com 4m11s58. Joanna levou a prata no fim de semana nos 400m medley.

Nos 100 m peito para mulheres, Tatiane Sakemi ficou na sexta posição em prova que foi vencida pela norte-americana Ann Catherine Chandler.

A natação brasileira já havia conquistado quatro outros --com Cesar Cielo (100 m livre), Felipe França (100 m peito), Thiago Pereira (400 m medley) e o revezamento 4x100 m livre-- além de quatro pratas, nos dois primeiros dias de competições no México.

(Texto de Tatiana Ramil)

 
Thiago Pereira descansa após vencer os 100m costas no Pan de Guadalajara.      REUTERS/Jorge Silva