18 de Outubro de 2011 / às 16:08 / 6 anos atrás

Platini vai comparecer diante de juiz suíço sobre caso Sion

Por Brian Homewood

BASILEIA, Suíça (Reuters) - Michel Platini vai comparecer perante um juiz suíço na quarta-feira para explicar porque a Uefa ainda não implementou uma decisão judicial ordenando a reintegração do Sion à Liga Europa.

Platini, o presidente do órgão regulador do futebol europeu, será acompanhado pelo secretário-geral da Uefa, Gianni Infantino, disse um porta-voz da entidade.

O Sion foi expulso da Liga Europa pela Uefa em agosto por escalar jogadores inelegíveis em seu empate contra o escocês Celtic na fase de classificação.

Eles perderam um apelo à Uefa contra a decisão, mas, desafiando as regras da Fifa e da Uefa que proíbem os clubes de acionarem a Justiça comum, ganharam uma liminar em seu favor em um tribunal suíço.

A Uefa até agora não reincorporou o Sion e foi condenada a pagar 1.000 francos suíços (1.113 dólares) para cada dia em que a ordem judicial não for cumprida.

A Uefa argumenta que seus estatutos a impedem de anular uma decisão tomada por seu tribunal disciplinar independente.

No entanto, na segunda-feira a Uefa enviou ao tribunal um documento sugerindo formas pelas quais o Sion poderia ser reintegrado na competição.

Todos eles causariam perturbação para o torneio, com jogos extras para Atlético de Madrid, Rennes e Udinese, os clubes que estão no Grupo I ao lado do Celtic, que iria manter o seu lugar no torneio.

Uma possibilidade implicaria cancelar todos os jogos disputados até agora no grupo, o que prejudicaria a concorrência e causaria inconvenientes para as outras equipes envolvidas.

Platini se opõe veementemente ao uso de tribunais civis para assuntos esportivos.

"Não podemos aceitar que, se um clube individual não obtém o seu próprio caminho, em seguida ele passa por qualquer sistema possível para impor sua vontade sobre os outros", disse ele recentemente.

O Sion contratou seis novos jogadores apesar de ser alvo de uma proibição de transferências imposta pela Fifa depois que o clube induziu um jogador egípcio a quebrar um contrato com seu antigo clube para se juntar a eles em 2008.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below