Ações de time chileno que goleou Flamengo sobem mais de 22%

quinta-feira, 20 de outubro de 2011 13:42 BRST
 

SANTIAGO (Reuters) - A negociação de ações do clube de futebol chileno Universidad de Chile foi automaticamente suspensa nesta quinta-feira, depois de subirem mais de 22 por cento após uma goleada por 4 x 0 sobre o Flamengo na noite anterior pela Copa Sul-Americana, informou a bolsa de Santiago.

A interrupção automática dos negócios acontece quando uma ação se move mais de 20 por cento em um dia.

Ações da Azul Azul, a empresa que administra p Universidad de Chile, subiram 22,13 por cento na quinta-feira durante a manhã, um dia depois da goleada no Rio de Janeiro sobre o Flamengo.

"Nós não temos conhecimento de circunstâncias especiais ou fatos relevantes que podem explicar tal variação", disse a Azul Azul em comunicado respondendo a uma solicitação da bolsa sobre a movimentação das ações.

A mídia chilena enalteceu a vitória, que foi considerada histórica e a maior de uma equipe local contra um clube brasileiro.

O jornal El Mercurio chamou o Universidad de Chile de "maior do que nunca", e a manchete do La Tercera disse que o clube chileno tinha "humilhado o Flamengo no Brasil" para "entrar na história".

O Universidad de Chile lidera atualmente o Campeonato Chileno, com 10 vitórias e nenhuma derrota.

O índice IPSA, referência da bolsa de Santiago, estava em queda de 0,18 por cento às 13h38 (horário de Brasília) desta quinta-feira.

(Reportagem de Felipe Iturrieta e Alexandra Ulmer)