COI discorda mas aceita decisão de CAS sobre doping, diz Rogge

sexta-feira, 21 de outubro de 2011 12:45 BRST
 

Por Ossian Shine

AUCKLAND (Reuters) - O Comitê Olímpico Internacional (COI) está desapontado com a decisão da Corte Arbitral do Esporte de permitir que o campeão dos 400 metros rasos LaShawn Merritt dispute os Jogos de Londres em 2012, e vai buscar uma emenda em suas regras no futuro, disse o presidente Jacques Rogge nesta sexta-feira.

O COI decidiu que qualquer atleta punido por mais de seis meses por doping não seria elegível para participar dos próximos Jogos Olímpicos. No entanto, sua decisão foi derrubada no início deste mês, depois de um apelo de Merritt à Corte Arbitral do Esporte (CAS).

Em 2010 Merritt recebeu uma suspensão de 21 meses depois de ter testado positivo para uma substância proibida. A suspensão terminou em julho deste ano e ele competiu no Campeonato Mundial no mês seguinte.

Falando em uma coletiva de imprensa em Auckland, onde Rogge foi assistir à Copa do Mundo de rúgbi, o dirigente belga disse: "estamos, naturalmente, um pouco decepcionados, porque acreditamos que a regra era para proteger os atletas limpos, que é a nossa filosofia porque temos uma abordagem de tolerância zero na luta contra o doping."

"No entanto, o COI é parte da criação da CAS, em conjunto com as federações internacionais, portanto vamos aceitar a decisão e não vamos recorrer", acrescentou.

"O que vamos fazer, no entanto, é encontrar uma nova redação em uma regra semelhante na próxima alteração do código antidoping da Wada (Agência Mundial Antidoping)."

"O código antidoping será alterado a partir de agora (novembro de 2011) até novembro de 2013, quando um novo código será votado e implementado. Estamos buscando ter uma possibilidade similar com uma nova regra da Wada."