23 de Outubro de 2011 / às 23:58 / 6 anos atrás

Vela brasileira fecha participação no Pan com cinco ouros

(Reuters) - A equipe de vela do Brasil encerrou neste domingo sua participação nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara com cinco medalhas de ouro, uma de prata e uma bronze.

O país liderou com folga o quadro de medalhas da modalidade. A segunda colocada, a Argentina, levou dois ouros, uma prata e um bronze.

Foi uma atuação melhor do que nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, em 2007, quando a vela deu ao Brasil sete medalhas, sendo três de ouro, duas de prata e duas de bronze.

"O desempenho da equipe superou as expectativas, foi muito bom. Conseguimos resultado melhor do que no Rio 2007. A equipe toda está de parabéns", afirmou a chefe de equipe da vela, Martha Lobo, segundo o Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Neste domingo, foram três vitórias. Na categoria RS-X, Ricardo Winicki, o Bimba, levou a melhor entre os homens.

Bimba, que por pouco não obteve uma medalha em Atenas-2004 ao terminar na quarta colocação, é tricampeão do Pan --ele ganhou também no Rio-2007 e em Santo Domingo-2003, além de ter sido prata em Winnipeg-1999.

"Faz tempo que eu não subia no pódio...Estou muito feliz por conquistar o tricampeonato pan-americano, pude igualar um grande campeão que é o Robert Scheidt (tricampeão na laser)", declarou Bimba.

A dupla Gabriel Borges e Alexandre do Amaral levou ouro na Snipe ao terminar na terceira posição a última regata, chamada 'medal race', que reúne os cinco primeiros colocados e tem pontuação dobrada.

Na categoria J24, Alexandre Saldanha, Maurício Santa Cruz, Guilherme Hamelmann e Daniel Santiago formaram o barco vencedor.

Patrícia Freitas, no RS-X feminino, e Matheus Dellagnello, na categoria sunfish, já haviam garantido a primeira colocação no sábado, antes mesmo da última regata.

"Trabalhei o ano todo e o resultado apareceu. Estou muito feliz. A partir do terceiro dia de competições, o barco começou a andar mais e os resultados vieram", disse Dellagnello, que completou 22 anos no domingo passado.

Patrícia, de 21 anos, teve um ótimo desempenho nas 10 primeiras regatas, com oito vitórias e dois segundos lugares.

"Eu estava bem preparada e focada no objetivo de ser campeã pan-americana. Meus resultados em 2011 são bons e provaram que estou pronta para alcançar a medal race na Olimpíada de Londres", disse ela, que lutará por uma vaga nos Jogos de 2012 no Mundial de Perth, na Austrália, em dezembro.

Além dos três ouros, a vela levou uma prata (hobie cat, com Bernardo Arndt e Bruno Oliveira) e um bronze (lightining, com Cláudio Biekarck, Marcelo Silva e Gunnar Ficker).

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below