Camarões demite técnico Javier Clemente

terça-feira, 25 de outubro de 2011 15:22 BRST
 

Por Tansa Musa

YAOUNDE (Reuters) - Camarões confirmou a demissão do técnico Javier Clemente nesta terça-feira, pondo fim a semanas de especulação sobre o destino do espanhol que não conseguiu classificar a equipe para a Copa das Nações Africanas do próximo ano.

"Clemente e seus assistentes foram devidamente informados de que foram afastados das suas funções ontem, segunda-feira, 24 de outubro, e um novo treinador será nomeado em breve, talvez dentro de algumas horas a partir de agora, uma vez que já enviamos uma lista de pré-selecionados para o ministro de Esportes para fazer a escolha final", disse o secretário-geral da Federação de Futebol de Camarões, Sidiki Tombi a Roko, a repórteres.

"O que Camarões precisa é de um treinador carismático que não se permitirá ser facilmente influenciado para convocar esse ou aquele jogador para a seleção nacional simplesmente porque ele está na equipe há vários anos ou porque ele é um amigo de um alto funcionário da federação", acrescentou o dirigente, em referência às acusações de divisões entre membros da equipe.

"Ele também deve ser alguém que vai aceitar viver aqui em Camarões e aceitar o salário que será proposto, não importa a quantidade", disse o secretário-geral.

Clemente foi nomeado em agosto do ano passado para substituir o francês Paul Le Guen após o desempenho decepcionante dos "Leões Indomáveis" na Copa do Mundo de 2010 na África do Sul.

Assistido pelo ex-jogadores François Omam Biyick e Jacques Songo'o, seu objetivo era levar Camarões para a Copa das Nações Africanas de 2012 no Gabão e Guiné Equatorial.

Mas Camarões terminou as eliminatórias em segundo lugar do seu grupo, atrás do Senegal, e ficará de fora do torneio continental apenas pela segunda vez em 16 tentativas.

(Reportagem de Mark Gleeson na Cidade do Cabo)