Lideranças do PCdoB se reunirão com Dilma no final da tarde

quarta-feira, 26 de outubro de 2011 15:08 BRST
 

BRASÍLIA, 26 de outubro - Representantes do PCdoB, partido do ministro do Esporte, Orlando Silva, se reunirão com a presidente Dilma Rousseff no final da tarde desta quarta-feira, afirmou o presidente da legenda, Renato Rabelo, que preferiu não comentar o que será discutido no encontro.

"Vamos nos encontrar com a presidente por volta de 17h, 18h... Eu não posso adiantar nada por questões éticas", disse Rabelo a jornalistas.

Ele esteve reunido com representantes das bancadas do partido no Senado e na Câmara, mas não comentou sobre o teor da reunião.

"Vocês vão ter que esperar algumas horas, depois nós procuramos vocês para dizer do acontecido, da nossa posição, a posição do partido e a posição do ministro", acrescentou.

Orlando Silva deve entregar o cargo à Dilma nesta quarta-feira, segundo fontes do governo, em meio a denúncias de que comandaria um esquema de desvio de recursos no Ministério do Esporte.

Ele nega as acusações e, na última sexta-feira, chegou a ser orientado por Dilma para que continuasse seu trabalho. Mas a decisão do Supremo Tribunal Federal, na segunda-feira, de aceitar pedido do Ministério Público para investigar o esquema, tornou a permanência dele insustentável, segundo essas fontes.

O deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), ex-ministro no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ex-presidente da Câmara, surgia como nome mais cotado para substituir Orlando Silva.

Atualmente, o ministro do Esporte é o principal interlocutor dentro do governo federal para os temas relacionados à Copa do Mundo de 2014 e à Olimpíada de 2016, que serão realizadas no país.

Cinco ministros de Dilma já deixaram seus cargos, sendo que quatro deles em meio a denúncias de irregularidades --Antonio Palocci (Casa Civil), Alfredo Nascimento (Transportes), Wagner Rossi (Agricultura) e Pedro Novais (Turismo).

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)