Jogadores de futebol iranianos são suspensos por comemoração

terça-feira, 1 de novembro de 2011 15:38 BRST
 

TEERÃ (Reuters) - A federação de futebol do Irã suspendeu dois jogadores de uma equipe da primeira divisão envolvidos em uma comemoração de gol "inapropriada", disse a agência de notícias Isna nesta terça-feira.

A federação irá emitir um veredicto final na próxima semana sobre Mohammad Nosrati, que pareceu pôr a mão nas nádegas de Sheys Rezaei enquanto os jogadores do Persepolis se amontoavam para comemorar um gol contra o Damash Gilan, em um jogo televisionado no sábado.

O gesto poderia ter pouca repercussão no Ocidente, onde os torcedores já estão acostumados a comportamentos "machões" de astros do futebol, mas causou algum escândalo na República Islâmica.

Jalal Yahyazadeh, um clérigo e membro do Parlamento, disse que o "ato desavergonhado" tinha "chateado, irritado e indignado" todos os fãs de esportes e que o ministro do Esporte deveria ser acionado.

"O que aconteceu é absolutamente inaceitável porque foi uma coisa muito feia", disse ele, segundo a Isna.

Depois que o incidente ganhou as manchetes em alguns meios de comunicação internacionais e com um vídeo disponível na Internet, o comitê de comunicação da federação se reuniu na terça-feira e "exigiu que os elementos que danificaram o espírito esportivo do país fossem tratados com firmeza", segundo a agência semioficial de notícias Fars.

O futebol é o esporte mais popular no Irã, embora as mulheres sejam impedidas de assistir aos jogos.