Equipe Virgin de F1 quer mudar nome para Marussia

terça-feira, 1 de novembro de 2011 17:22 BRST
 

LONDRES (Reuters) - A Virgin Racing quer mudar seu nome para Marussia na próxima temporada, para refletir com mais precisão a atual estrutura de propriedade da equipe.

Fontes das equipes de Fórmula 1 disseram à Reuters nesta terça-feira que o pedido pode ser levado a uma reunião da Comissão de Fórmula 1 da FIA, a entidade que regulamenta o esporte, em Genebra, na quinta-feira, junto com outros pedidos de mudança de nome feitos pela Renault e o Team Lotus.

A Renault, que não mais pertence à montadora francesa, quer se chamar Lotus, enquanto o Team Lotus quer adotar o nome da fabricante de carros esportivos Caterham.

Para serem aprovadas, as mudanças precisam da concordância de 18 membros da comissão formada por 26 pessoas.

A fabricante russa de carros esportivos Marussia adquiriu participação significativa na Virgin Racing na temporada passada e patrocina a equipe.

A escuderia, que ainda não marcou pontos desde sua estreia na Fórmula 1 em 2010, compete sob uma licença russa e anunciou uma parceria técnica com a McLaren em julho para ajudar o time a avançar.

O Virgin Group, dirigido pelo bilionário Richard Branson, que compareu ao Grande Prêmio da Índia no último fim de semana perto de Nova Délhi, pode continuar sendo uma parceira da equipe, que tem sede na Grã-Bretanha, e estampar seu nome no carro.

(Reportagem de Alan Baldwin)