CORREÇÃO-Ex-chefe da F1 ganha processo na França contra tabloide

terça-feira, 8 de novembro de 2011 12:41 BRST
 

(Corrige valor de custas judiciais citado no 4o. parágrafo, de 16 mil euros para 15 mil euros)

PARIS (Reuters) - Um tribunal francês determinou nesta terça-feira que o tabloide britânico News of the World, hoje extinto, violou a privacidade do ex-chefe da Fórmula 1 Max Mosley ao publicar fotos dele com cinco prostitutas em 2008.

Mosley, de 71 anos, processou o jornal na França -- onde foi distribuído e as leis de privacidade são rigorosas -- depois de ganhar compensações anteriormente em um tribunal britânico.

O News of the World, do grupo News Corp, foi fechado no começo deste ano por conta de um escândalo de grampos telefônicos.

O tribunal de Paris multou o News Corp em 10 mil euros (13.750 dólares) e concedeu a Mosley indenização de 7 mil euros, além de custos adicionais pelos processos judiciais, no valor de 15 mil euros.

O artigo, com chamada de capa e fotos, sugeria que Mosley tinha organizado o que o jornal qualificou como "uma doentia orgia nazista". Mosley negou que a festa tivesse o nazismo como temática.

(Reportagem de Thierry Leveque)