8 de Novembro de 2011 / às 17:25 / 6 anos atrás

Uefa elogia Polônia e Ucrânia por estádios da Euro 2012

Por Brian Homewood

ZURIQUE (Reuters) - Os preparativos da Polônia e da Ucrânia para a Eurocopa de 2012 estão longe de serem impecáveis. A Uefa, no entanto, acredita que os estádios desses países são melhores que os da Áustria e os da Suíça, há quatro anos.

“Não tivemos um estádio na Áustria ou na Suíça comparável aos que temos em Gdansk ou Donetsk”, disse Martin Kallen, chefe de operações da Uefa, durante a conferência International Football Arena na terça-feira.

Kallen afirmou que o estádio de Varsóvia deverá ser concluído no mês que vem, enquanto outros em Gdansk, Wroclaw e Poznan, na Polônia, e em Kiev, Kharkiv, Lviv e Donetsk, na Ucrânia, já estão prontos.

“Lviv inaugurou sábado passado. Era a nossa principal preocupação e eu não acreditava na quinta-feira anterior que ele estaria pronto, mas eles conseguiram”, afirmou ele.

Os preparativos para o torneio em geral têm sido lentos e a Uefa chegou a ameaçar excluir Kharkiv, Lviv e Donetsk, dando-lhes um prazo de seis meses em 2010 para mostrar que eles poderiam cumprir o trabalho.

Kallen admitiu que o transporte não estava tão bom quanto poderia e que os organizadores esperavam por um sorteio favorável.

Isso poderia incluir a Alemanha jogando perto da fronteira do país com a Polônia, a Rússia jogando perto de sua fronteira e a Ucrânia e a Suécia jogando no porto báltico de Gdansk.

“É verdade que a sorte do sorteio em Kiev no dia 2 de dezembro poderia nos ajudar em termos de para onde os times irão. Em termos de transporte, nunca teremos o mesmo nível do que na Suíça e na Áustria”, afirmou ele.

Entretanto, ele acrescentou que o torneio deixará um legado em termos de infraestrutura.

“Na Polônia, foi uma catálise para construir rodovias e a maioria dos projetos será concluída até o torneio. Isso mudará a Polônia porque dará à população um novo estilo de vida.”

Os aeroportos, alguns dos quais remanescentes da era soviética, também foram melhorados.

“Ninguém está construindo aeroportos apenas para a Euro. Eles estão vendo o que precisam para os próximos 20 anos e estão construindo para o futuro”, afirmou Kallen, acrescentando que Gdansk deu a eles “noites sem dormir”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below