Djokovic, Federer e Murray avançam no Masters de Paris

quinta-feira, 10 de novembro de 2011 19:34 BRST
 

Por Julien Pretot

PARIS (Reuters) - O sérvio Novak Djokovic teve muito trabalho na quinta-feira, mas acabou vencendo seu compatriota Viktor Troicki por 4-6, 6-3 e 6-1, passando assim às quartas de final do Masters de Paris, num dia em que Andy Murray e Roger Federer esbanjaram talento.

O tcheco Tomas Berdych garantiu vaga no ATP World Tour, que será disputado de 20 a 27 de novembro na arena O2, em Londres. Ele venceu o sérvio Janko Tpisarevic por 7-5 e 6-4, e o resultado também garantiu vaga em Londres para Jo-Wilfried Tsonga e Mardy Fish.

Assim, todas as oito vagas do torneio de encerramento da temporada já estão completas. Djokovic, Rafael Nadal, Murray, Federer e David Ferrer já haviam se classificado.

O norte-americano Fish, no entanto, abandonou o Masters de Paris com uma possível lesão na coxa. Ele vencia o argentino Juan Monaco por 6-1, 6-7 e 2-1, depois de desperdiçar dois match points no tie-break.

Roger Federer, ex-número 1 do mundo, brilhou na vitória por 6-2 e 6-4 sobre o francês Richard Gasquet. Num jogo que foi mais divertido do que dramático, ambos os tenistas fizeram jogadas impressionantes.

Enquanto Murray apenas passeou diante de Andy Roddick (duplo 6-2, em 61 minutos), Djokovic penou diante de Troicki, seu colega na equipe sérvia da Copa Davis. Depois, explicou que ainda está tentando se adaptar às escorregadias condições da quadra coberta.

No segundo set, Djokovic chegou a salvar sete break points, e conseguiu o empate. No set final, seu jogo engrenou, e ele humilhou Troicki, que teve o serviço quebrado três vezes.

O próximo adversário dele será Tsonga, que venceu o italiano Andreas Seppi (6-3, 6-4), em pouco menos de duas horas.

Já Murray, pela primeira vez entre os oito melhores no torneio, enfrentará Berdych, que foi campeão do Masters de Paris em 2005.

Ferrer, por sua vez, avançou diante do ucraniano Alexandr Dolgopolov (6-3, 6-2), e agora enfrentará o norte-americano John Isner ou o espanhol Feliciano Lopez.

 
O sérvio Novak Djokovic saca na partida em que venceu o compatriota Troicki no Masters de Paris. REUTERS/Jacky Naegelen