Catar não se opõe à realização da Copa no inverno, diz Comitê

segunda-feira, 14 de novembro de 2011 16:16 BRST
 

Por Matt Smith

DOHA (Reuters) - O Catar obedeceria a uma ordem da Fifa para realizar a Copa do Mundo no inverno mas não houve nenhuma discussão para alterar a data do torneio de 2022, disse uma autoridade do comitê organizador local nesta segunda-feira.

"Atualmente, nossos planos são para sediar a Copa do Mundo durante o verão", disse Hassan al-Thawadi, secretário-geral do Comitê Supremo do Catar 2022, durante coletiva de imprensa em Doha.

"Se a Fifa e a comunidade internacional de futebol pedirem ao Catar para realizar a Copa do Mundo no inverno, nós não iremos lutar contra a comunidade do futebol. Até agora, nenhuma discussão aconteceu."

O Catar, onde as temperaturas de verão superam os 45 graus Celsius, foi o surpreendente vencedor na disputa para sediar o Mundial de 2022.

O país do Golfo disse que irá construir estádios movidos a energia solar e com ar-condicionado para superar o calor sufocante, embora essa tecnologia ainda não tenha sido testada em grandes arenas.

A Copa do Mundo no inverno seria disputada no meio da temporada na Europa e por isso as ligas do continente europeu devem resistir à mudança no calendário.

Seja qual for o momento, Thawadi estima que 800 mil torcedores estrangeiros deverão visitar o Catar durante o torneio.

"Esta Copa do Mundo irá diminuir a distância entre o Oriente e o Ocidente", disse Thawadi, prevendo que o torneio irá acelerar o crescimento do setor privado do país.

Empresas estatais dominam a bolsa de valores de Doha e a grande riqueza do Catar é baseada em exportações de gás liquefeito natural.