FIFA e UEFA deviam pagar jogadores, diz presidente do Barça

terça-feira, 15 de novembro de 2011 16:03 BRST
 

Por Matt Smith

DOHA (Reuters) - Os grandes clubes da Europa querem que FIFA e UEFA, os organismos de administração do futebol mundial e europeu, paguem salários aos jogadores nos torneios internacionais, disse Sandro Rosell, presidente do Barcelona na terça-feira.

Ele também quer reduzir os campeonatos europeus para 16 times e a Liga dos Campeões ampliada.

Falando em uma conferência em Doha, Rosell alertou a UEFA de que os principais clubes podem se separar da entidade se suas exigências não forem atendidas.

Indagado se as equipes pediriam à FIFA e à UEFA que paguem os jogadores durante a Copa do Mundo ou o Campeonato Europeu, Rosell disse: "É isto que estamos discutindo com as duas instituições."

"Isto poderia acontecer no futuro próximo, porque não achamos justo pagar os salários e eles usarem nossos jogadores e arrecadem com eles. Isto é algo que precisa ser tratado muito seriamente."

"Esperamos que escutem o que queremos lhes dizer."

As maiores ligas europeias - italiana, espanhola e inglesa - têm 20 times cada, o que Rosell diz ser demais.

"O objetivo de reduzir de 20 para 16 é dar mais espaço aos nossos jogadores."   Continuação...