Argentina e Chile conseguem vitórias nas eliminatórias para 2014

quarta-feira, 16 de novembro de 2011 08:52 BRST
 

Por Rex Gowar

BUENOS AIRES (Reuters) - Lionel Messi e Alexis Sánchez, colegas de equipe no Barcelona, brilharam quando a Argentina e o Chile deixaram para trás um final de semana ruim, com vitórias nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2014 na terça-feira à noite.

A Colômbia abriu o placar, mas Messi liderou o contra-ataque para uma vitória por 2 x 1 na casa do adversário, formando um trio de alto nível no ataque argentino, ao lado de Sergio Aguero e Gonzalo Higuaín, que entrou no segundo tempo.

Com a vitória, a Argentina subiu para o segundo lugar no ranking, com sete pontos, o mesmo número que o Uruguai, que ainda têm um jogo pela frente, mas está atrás na diferença de gols.

A Venezuela está em terceiro lugar, também com sete pontos, depois de uma vitória de 1 x 0 contra a Bolívia, junto com o Equador e o Chile, que também na terça-feira derrotou o Paraguai por 2 x 0 em casa. A Colômbia e o Paraguai estão com quatro pontos, enquanto o Peru tem três e a Bolívia, um.

A Colômbia, que recebeu a Argentina no estádio Metropolitano, na cidade quente e úmida de Barranquilla, localizada na costa caribenha, começou à frente no primeiro tempo, marcando 1 x 0 com um gol de Darlon Pabón.

"Messi foi decisivo porque desgastou gradativamente a defesa rival inteira", disse o técnico argentino, Alejandro Sabella, a jornalistas. "Foi um jogo muito importante para nós depois de dois resultados ruins... Tínhamos um enorme peso nas cotas."

Sabella foi duramente criticado depois do empate de 1 x 1 contra a Bolívia na sexta-feira, em Buenos Aires.

Com a defesa colombiana pressionada, Messi marcou quando o goleiro David Ospina não conseguiu segurar um cruzamento baixo de José Sosa, e o capitão argentino saltou para fazer o gol pouco depois dos 15 minutos do segundo tempo, seu segundo tento nas eliminatórias para 2014.

Apenas seis minutos antes do final do segundo tempo, Messi passou para Higuaín na área, Ospina conseguiu apenas desviar o chute do atacante, e Aguero, que já marcou muitos gols pelo Manchester City, completou a jogada.