ENTREVISTA-Phelps diz ter achado inspiração para Londres-2012

quarta-feira, 16 de novembro de 2011 19:52 BRST
 

Por Julian Linden

NOVA YORK (Reuters) - Quando Michael Phelps chegou ao topo da glória olímpica, vencendo oito provas na Olimpíada de Pequim-08, só uma coisa o incomodou: a percepção de que, depois daquilo, não havia mais como subir.

Sem hesitação, o norte-americano, maior vencedor da história olímpica - 14 ouros no total -, declarou que iria competir nos Jogos de Londres-12, mas sem ter certeza em quantas provas, ou qual meta ele adotaria.

Ele descartou a hipótese de tentar somar nove ouros, e depois disse que não iria nem mesmo tentar repetir os oito de Pequim. Agora, faltando oito meses para a Olimpíada, ele ainda mantém o mistério sobre o que buscará nas piscinas britânicas - em parte porque ele mesmo não sabe.

"Não serão oito provas", disse ele à Reuters numa entrevista exclusiva por ocasião da sua contratação como garoto-propaganda de um xampu anticaspa. "Mas será um programa desafiador, e será um programa em que achamos que podemos ter mais sucesso. Vamos simplesmente tentar trabalhar para isso agora."

Seu maior problema desde a Olimpíada da China tem sido encontrar motivação para levantar ainda de madrugada e dar milhares de braçadas na piscina, o que é uma necessidade para quem deseja permanecer no topo.

Ícone global do esporte, ele fez fortuna com os contratos publicitários, de modo que não é nem pelo dinheiro nem pela fama que ele cai na água.

"Não tem sido fácil", disse Phelps numa franca entrevista à Reuters nesta semana. "Para que eu seja capaz de algo, preciso dar 100 por cento, e nos últimos anos, tenho de ser honesto, não dei 100 por cento. Isso apareceu nos meus resultados, e houve muitas vezes em que eu simplesmente não queria mais."

No Mundial de Natação de Roma, em 2009, Phelps participou de seis provas. Ganhou cinco ouros e uma prata, mas estava claramente infeliz. Naquele torneio, ele viu o alemão Paul Bierdemann, representante de uma nova geração das piscinas, derrubar o seu recorde mundial dos 200 metros livre.   Continuação...