Jogo na Argentina é suspenso após rojões atirados em campo

terça-feira, 22 de novembro de 2011 11:06 BRST
 

Por Rex Gowar

BUENOS AIRES (Reuters) - O capitão dos Estudiantes, Juan Sebastián Verón, ficou enfurecido e repreendeu os torcedores do próprio time depois que rojões atirados das arquibancadas desorientaram o goleiro do Banfield, Christian Lucchetti, e provocaram a suspensão da partida do Campeonato Argentino, na noite de segunda-feira.

Lucchetti sofreu "trauma acústico em duas ocasiões", disse o médico do Banfield, Jorge Aguerreche, depois que o goleiro caiu no chão tampando as orelhas por conta de dois rojões que explodiram ao seu redor. Os rojões teriam sido lançados pela torcida da equipe anfitriã no começo do jogo.

"Duas explosões (separadas por um período de sete minutos) provocaram um estado de confusão geral (em Lucchetti), mas ele não sofrerá sequelas", disse Aguerreche a jornalistas em frente ao vestiário da equipe visitante depois que o jogo foi suspenso logo aos 13 minutos.

Lucchetti continuou jogando depois do primeiro incidente, e o Banfield conseguiu uma vantagem de 1 x 0, com um gol do uruguaio e ex-atacante do Estudiantes Rodrigo López, aos 9 minutos da partida entre os dois últimos times da tabela do torneio Apertura.

"Desçam...desçam ou eu vou bater em vocês", gritava Verón aos torcedores que haviam se amontoado nas grades ao redor do campo. Os atacantes Gastón Fernádez e Mauro Boselli se juntaram a Verón na repreensão aos torcedores que estavam atrás do gol após a segunda explosão.

O presidente do Estudiantes, Enrique Lombardi, disse que o clube estava tentando erradicar os elementos vândalos de seus jogos.

"Estamos lutando contra esses grupos (de vândalos) e esse parece ser o preço que precisamos pagar, mas continuaremos a lutar contra a violência (no futebol)", disse Lombardi à emissora TV Publica.