Button espera maior segurança no Brasil após incidente em 2010

terça-feira, 22 de novembro de 2011 16:09 BRST
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - A lembrança do ataque armado no ano passado do lado de fora do circuito de Interlagos não diminuiu o amor de Jenson Button pelo Grande Prêmio do Brasil, enquanto ele se prepara para voltar a São Paulo este fim de semana.

O britânico, que conquistou o título mundial de F1 em 2009 com a Brawn GP no Brasil, disse a repórteres antes da corrida que encerra a temporada que espera por uma segurança maior desta vez, e que está ansioso por voltar.

"Não, de forma alguma", afirmou o piloto da McLaren quando perguntado se ele tinha qualquer preocupação ou temor com a volta a São Paulo.

"Alguma coisa estava para acontecer. Isso aconteceu tantas vezes com os mecânicos e engenheiros. No final, ia acontecer com um piloto, mas eu não acho que eles queriam qualquer coisa, exceto pegar as nossas bolsas", disse.

"Mas temos mais segurança neste ano. Eu acho que todos os pilotos vão ter uma escolta policial neste ano no Brasil, e é isso que eles devem fazer. Mas você também tem que pensar em todos os outros na Fórmula 1, porque eles não têm escolta policial", acrescentou.

Button escapou ileso da tentativa de assalto em uma rua movimentada perto de uma favela quando deixava o autódromo depois do treino de qualificação para a corrida.

O britânico, que estava com seu pai e o empresário, foi retirado do local de perigo por um policial armado treinado em técnicas de prevenção de assaltos que estava ao volante da Mercedes à prova de balas.

As equipes sempre ficam preocupadas com tentativas de assaltos armados contra seus membros quando eles deixam o circuito, após uma série de incidentes ao longo dos anos, apesar de uma forte presença da polícia.   Continuação...