Massa admite pressão por bom resultado para ficar na Ferrari

quarta-feira, 23 de novembro de 2011 18:30 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Às vésperas de sua 100a corrida pela Ferrari, Felipe Massa reconheceu nesta quarta-feira que precisa ter bons resultados no ano que vem para permanecer na equipe italiana.

O brasileiro, que busca no domingo sua terceira vitória no Grande Prêmio do Brasil, teve um desempenho ruim em 2011. Ele não subiu ao pódio nenhuma vez e está na sexta colocação no campeonato, que já tem o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, como campeão.

"Tenho contrato com a Ferrari até o ano que vem e não é o único momento (na carreira) em que tenho que fazer um bom trabalho para renovar. Já aconteceu isso outras vezes. Preciso ter um bom ano para continuar", disse ele em entrevista a jornalistas num shopping em São Paulo, onde disputa no fim de semana a prova que encerra a temporada, sua 100a corrida pela equipe italiana.

Massa recebeu uma advertência velada do presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, de que precisa melhorar seu desempenho para ter esperança de ficar na equipe. "Esperamos coisas ótimas dele em 2012 e então decidiremos como proceder. Vamos dizer que ele precisará se provar na próxima temporada", disse o dirigente à mídia italiana.

Depois de um ano irregular, o brasileiro afirmou que os trabalhos já começaram na Ferrari para o desenvolvimento de um carro melhor em 2012.

"Não foi um ano muito bom, não foi um ano fácil", disse Massa, que teve como melhor resultado o quinto lugar. Seu companheiro de equipe, Fernando Alonso, é o terceiro colocado na classificação e tem uma vitória no ano. O espanhol soma 245 pontos, contra 108 de Massa.

"Para ter um carro competitivo...o trabalho vem não só de agora, mas de uns meses atrás, e a vontade é ter um carro mais competitivo para que a gente consiga disputar o campeonato do começo até o final e não só algumas corridas", acrescentou o brasileiro.

Massa ganhou a prova em Interlagos em 2006 e 2008 e busca repetir a dose para encerrar o ano de forma positiva.

"Apesar do meu ano não ter sido bom, vou contar com a força dos fãs, como sempre foi...A emoção é sempre alta quando vou correr em casa", declarou o brasileiro, vice-campeão da F1 em 2008, apenas um ponto atrás do britânico Lewis Hamilton.

(Reportagem de Reuters TV e Tatiana Ramil)

 
O piloto da Ferrari Felipe Massa participa de evento promocional em São Paulo nesta quarta-feira.  REUTERS/Paulo Whitaker