24 de Novembro de 2011 / às 20:14 / em 6 anos

Encontro com ex-namorada dá impulso a Hamilton para GP Brasil

Por Alan Baldwin

SÃO PAULO (Reuters) - Lewis Hamilton disse que está pronto para um novo começo na Fórmula 1, no Grande Prêmio do Brasil, encerramento da temporada 2011, e falou nesta quinta-feira da esperança em retomar o seu romance com a cantora Nicole Scherzinger.

O piloto da McLaren chegou ao circuito de Interlagos, onde ganhou o título de 2008, depois de passar um tempo com sua ex-namorada em Los Angeles.

Fotografias foram publicadas na mídia em meio a especulações sobre a linguagem corporal aparentemente negativa deles, mas Hamilton, usando um longo colar preto de crucifixo dado pela ex-vocalista da Pussycat Dolls, disse a repórteres britânicos que estava longe de ser o caso.

“O que você não viu é que tivemos uma semana muito boa. Alguns almoços realmente agradáveis juntos”, disse o piloto, um católico devoto.

“Tivemos um jantar muito legal juntos. É muito cedo e ainda temos sentimentos muito fortes um pelo outro e eu ainda a amo muito. Então, quem sabe? Talvez nós estaremos juntos no futuro.”

O romance de idas e vindas de Hamilton tornou-se um assunto de discussão até mesmo nos círculos da Fórmula 1, geralmente mais interessados em máquinas do que em fofocas do showbiz, por causa do efeito que sua vida privada parece ter sobre seu desempenho na pista.

O britânico de 26 anos teve uma temporada de falhas e controvérsias, sendo repetidamente advertido pelos fiscais de prova e colidindo com o brasileiro Felipe Massa como se eles estivessem magneticamente atraídos.

No entanto, ele ganhou três corridas, incluindo a última, em Abu Dhabi, mas a pausa na Califórnia parece ter lhe dado mais um impulso.

APRENDIZADO

“Eu realmente não tenho pensado sobre a última vitória desde a quarta-feira”, disse ele. “Eu logo estava de volta ao simulador e pensando sobre esta corrida.”

“Mas eu tive alguns dias muito positivos desde então, que significaram mais para mim do que ganhar corrida. Então, eu tenho um monte de energia positiva no momento.”

Apesar de estar empatado com três vitórias cada um antes do GP Brasil, Hamilton tem a certeza de que vai terminar o ano atrás de Jenson Button - a primeira vez que ele é batido por um companheiro de equipe ao longo de uma temporada em sua carreira no automobilismo.

Hamilton preferiu focar nos aspectos positivos.

“Eu sinto, ao chegar neste fim de semana, que este é o começo do futuro”, disse o britânico. “Este é o começo do que está por vir. Meu objetivo neste fim de semana é começar com o pé direito.”

“Esta temporada tem sido um ano de crescimento”, declarou ele.

“Eu estava conversando com um amigo recentemente, que é muito sábio, e eu disse que foi um ano muito difícil. Ele disse: ‘Não tem sido um ano difícil, tem sido um ano de crescimento.”

Hamilton afirmou que isso foi “uma das coisas mais positivas que eu aprendi neste ano. Está realmente sendo um ano em que eu cresci e aprendi muito e posso levar para o próximo ano”.

“Eu acho que no futuro vou olhar para trás nesta temporada e sorrir e dizer que eu precisava disso.”

Além das boas lembranças de Interlagos, São Paulo é também a cidade natal de seu ídolo, o tricampeão Ayrton Senna.

Hamilton vai usar um capacete especial neste fim de semana, incorporando as cores e um logo de Senna, que será leiloado posteriormente para a fundação de caridade dirigida pela irmã de Senna, Viviane, mãe do piloto Bruno Senna, da Lotus Renault.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below