Treinador de Gales Gary Speed é encontrado morto aos 42 anos

domingo, 27 de novembro de 2011 19:56 BRST
 

Por Mike Collett

LONDRES (Reuters) - Gary Speed, técnico da seleção de País de Gales, foi encontrado morto aos 42 anos, informou a Associação de Futebol de Gales (FAW) em um comunicado neste domingo.

A polícia de Cheshire, no noroeste da Inglaterra, onde Speed vivia, disse em comunicado que um homem de 42 anos foi encontrado enforcado em sua casa e não foram encontradas circunstâncias suspeitas.

Tributos foram prestados por centenas de colegas de profissão e antigos companheiros de time, enquanto milhares de fãs mostraram seus sentimentos quando explodiram em aplausos espontâneos durante o minuto de silêncio em memória de Speed antes do início da partida entre Swansea e Aston Villa no Campeonato Inglês.

A FAW disse em comunicado: "Esta é uma tragédia que vitimou alguém tão jovem e talentoso. É uma grande perda não apenas para sua família, mas para a nação como um todo. Estendemos nossas condolência à família. Nós pedimos a todos que respeitem a privacidade da família neste momento triste."

Speed, que tornou-se membro do Império Britânico por serviços prestados ao futebol no ano passado, deixa esposa e dois filhos.

O primeiro-ministro do País de Gales, Carwyen Jones, disse que a notícia foi "devastadora" e que ele estava profundamente entristecido, acrescentando: "nossos pensamentos vão para a família neste que é um momento muito difícil para eles".

Speed jogou no Leeds United, Everton, Newcastle, Bolton Wanderers e Sheffield United numa carreira de 22 temporadas como jogador e se tornou treinador de Gales em dezembro.

Ele foi membro do time do Leeds que venceu o último Campeonato Inglês com o nome de Primeira Divisão, em 1992, antes do início da Premier League, e ele se tornou o primeiro jogador a fazer 500 partidas pela liga inglesa durante sua passagem pelo Bolton, em dezembro de 2006. Ele se aposentou após 535 partidas na Premier League.   Continuação...