Red Bull rejeita suspeitas sobre jogo de equipe no Brasil

segunda-feira, 28 de novembro de 2011 12:16 BRST
 

Por Alan Baldwin

SÃO PAULO (Reuters) - A Red Bull negou suspeitas de que tenha manipulado o Grande Prêmio do Brasil, no domingo, para dar ao australiano Mark Webber sua primeira e única vitória na temporada 2011 da Fórmula 1.

O chefe da equipe campeã de pilotos e construtores, Christian Horner, disse a jornalistas ter ficado impressionado com o fato de o bicampeão mundial Sebastian Vettel ter conseguido terminar a última corrida da temporada, e na segunda posição, após a equipe tê-lo avisado de um problema no câmbio.

O fato de Vettel ter conseguido várias voltas mais rápidas após deixar Webber ultrapassá-lo na 30a volta da corrida levantou suspeitas entre as equipes adversárias e a mídia sobre a possibilidade de um jogo de equipe, mas Horner garantiu que havia um problema com Vettel.

"Claro que sempre haverá pessoas com suas teorias, mas categoricamente houve um problema", disse.

"Como a caixa de câmbio chegou ao fim da corrida é uma questão que está além do meu entendimento. Felizmente isso foi possível e Mark acabou merecendo a vitória", acrescentou.

"Se alguém pensa que foi forjado de alguma maneira, posso garantir absolutamente a vocês, baseado na pressão que estávamos vivendo nos boxes, que era um problema de verdade."

Webber largou em segundo no grid, atrás do pole position e bicampeão do mundo Vettel, que buscava sua 12a vitória da temporada.

A última vitória do australiano tinha sido na Hungria em agosto de 2010 e a Red Bull lutava para que ele terminasse o campeonato como vice-campeão, o que seria mais viável com uma vitória no Brasil.   Continuação...

 
Campeão da Fórmula 1 pela Red Bull, Sebastian Vettel (esq), com champagne no pódio ao lado do colega de equipe Mark Webber, no Grande Prêmio do Brasil em Interlagos, São Paulo, no domingo. A Red Bull negou suspeitas de que tenha manipulado o Grande Prêmio do Brasil, no domingo, para dar ao australiano Mark Webber sua primeira e única vitória na temporada 2011 da Fórmula 1.
27/11/2011 REUTERS/Nacho Doce