Reunião decidirá futuro de Petrov na Lotus

terça-feira, 29 de novembro de 2011 16:54 BRST
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - O futuro do piloto russo da Fórmula 1, Vitaly Petrov, ficou em aberto nesta terça-feira, depois que a Lotus/Renault anunciou que o campeão de 2007 Kimi Raikkonen, da Finlândia, correrá para eles no ano que vem.

Petrov tem contrato para 2012 com a Renault, que mudará seu nome para Lotus no ano que vem, mas sua empresária, Oksana Kossatchenko, disse à Reuters que a situação não está clara.

"Tenho uma reunião amanhã de manhã para decidir o que faremos, se ficamos ou não", afirmou. "Teremos uma conversa."

"Acho que encontraremos uma solução e depois teremos alguns dias para resolvê-la... gostaríamos de saber o plano da equipe antes de confirmar nossa presença nela."

Embora a equipe tenha dito que Raikkonen assinou um acordo por dois anos - trazendo-o de volta à Fórmula 1 após dois anos participando do campeonato mundial de rali -, ela não esclareceu quem será seu parceiro de equipe.

O francês Romain Grosjean, campeão do GP2 este ano, era considerado o principal concorrente para o posto ocupado agora por Raikkonen, mas ainda pode estar na jogada para ser o número dois da equipe.

O brasileiro Bruno Senna, que pilotou nas últimas oito corridas deste ano depois da saída do alemão Nick Heidfeld, seria outra possibilidade.

Kossatchenko disse que a equipe queria "fazer a análise do ano e depois decidir se podemos colaborar e avançar juntos ou se é melhor para nós separarmos".   Continuação...