Roberto Carlos e Eto'o exaltam Copa do Mundo na Rússia em 2018

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 14:37 BRST
 

MOSCOU (Reuters) - O atacante camaronês Samuel Eto'o, que joga no clube russo Anzhi Makhachkala, disse que a Rússia será uma ótima organizadora da Copa do Mundo de 2018.

"O fato de que a Rússia sediará a Copa do Mundo é a prova de que o país está indo na direção correta", afirmou Eto'o, que saiu do Inter de Milão em setembro para entrar no Anzhi, segundo o comitê organizador de 2018 divulgou na sexta-feira.

"É uma ótima oportunidade para mostrar ao mundo o melhor da Rússia: é um lugar bonito e histórico", acrescentou o esportista, considerado o jogador africano do ano por quatro vezes.

Exatamente há um ano em Zurique, a Rússia ganhou o direito de organizar o torneio de futebol, vencendo a Inglaterra e as candidaturas conjuntas de Espanha/Portugal e de Bélgica/Holanda.

O brasileiro Roberto Carlos, companheiro de equipe do camaronês no Anzhi, também se mostrou entusiasmado.

"Estou na Rússia o bastante para vivenciar a verdadeira hospitalidade de seu povo", disse o campeão da Copa do Mundo de 2002, que foi nomeado técnico conjunto em setembro após ter entrado meses antes no time como jogador.

"Tenho certeza de que a Copa do Mundo na Rússia será cheia de surpresas e definitivamente vamos perceber um clima surpreendente durante o torneio."

Apesar das declarações, a vida na Rússia não tem sido sempre fácil para Roberto Carlos. Em abril, os campeões russos do Zenit St Petersburg foram multados em 10.600 dólares depois de o brasileiro ter sido alvo em um incidente racista promovido por um de seus torcedores.

(Reportagem de Gennady Fyodorov)