Argentina mantém esperança na Copa Davis com vitória em duplas

sábado, 3 de dezembro de 2011 16:25 BRST
 

Por Iain Rogers

SEVILHA, Espanha (Reuters) - David Nalbandian e Eduardo Schwank passaram fácil pelos espanhóis Feliciano López e Fernando Verdasco em parciais de 6-4, 6-2 e 6-3 e garantiram o primeiro ponto da Argentina na final da Copa Davis neste sábado, mantendo viva a disputa de melhor de cinco partidas na véspera dos embates de simples no domingo.

Depois que Rafael Nadal e David Ferrer colocaram a favorita Espanha na dianteira com suas vitórias na sexta-feira, o êxito de Nalbandian e do especialista em duplas Schwank significa uma chance, ainda que pequena, para a Argentina conquistar sua primeira Davis em sua quarta final e vingar a derrota para os mesmos rivais na disputa do título de 2008 em Mar del Plata.

Entretanto, com o número dois do mundo Nadal aparentemente imbatível em seu amado saibro e cheio de confiança após o massacre sobre Juan Mônaco na sexta, a Espanha continua no rumo de um quinto triunfo na Copa Davis e um terceiro título em quatro anos.

A disputa de duplas de sábado já prometia ser a melhor chance de a Argentina obter um ponto, dado que López e Verdasco entravam em quadra com dez derrotas em 11 partidas disputadas.

Nalbandian e Schwank converteram cinco de seus seis pontos de quebra e salvaram os três que enfrentaram com uma demonstração eficiente de saque e voleio, selando a vitória quando Verdasco rebateu um voleio simples na rede.

"Está claro que hoje não foi uma boa partida para o nosso lado," disse o capitão espanhol Albert Costa a uma TV local. "Mas amanhã temos mais duas chances de conquistar esta Copa Davis."