Platini minimiza jogos unilaterais da Liga dos Campeões

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011 21:39 BRST
 

Por Brian Homewood

VENEZA, Itália (Reuters) - Michel Platini não vê necessidade de alterar o formato da Liga dos Campeões após a fase de grupos deste ano produzir uma enxurrada de jogos unilaterais, dolorosamente ilustrando a diferença de padrão entre alguns dos campeonatos nacionais.

"O futebol nunca é totalmente racional", disse o presidente da Uefa, rejeitando a ideia de que houve equipes "grandes" e "pequenas".

"Tentar dar uma explicação racional para resultados nunca é fácil. Temos que respeitar o que acontece em campo. Há sempre pessoas que são felizes e pessoas que são infelizes", afirmou.

"Falamos sobre os times pequenos, mas eu não acho que há equipes grandes e equipes pequenas na Liga dos Campeões, eu não gosto do termo equipes pequenas."

A fase de grupos terminou na quarta-feira com o Dínamo Zagreb perdendo por 7 x 1 em casa para o Olympique Lyon, um resultado que deu ao time francês vantagem sobre o Ajax Amsterdã para se qualificar para as oitavas de final.

A Uefa emitiu um comunicado negando que tenha havido apostas de padrões irregulares sobre o jogo após especulações da mídia de que a partida foi desleal, o que atraiu uma reação irada dos campeões croatas.

O Zagreb também foi derrotado por 6 x 2 pelo Real Madrid durante a campanha, perdendo todos os seis jogos e levando 22 gols.

Foi o segundo time a levar sete gols em um jogo do grupo nesta temporada depois do campeão belga Genk, que perdeu por 7 x 0 para o Valencia e que também foi derrotado por 5 x 0 para o Chelsea.   Continuação...