Grosjean será colega de Raikkonen na Lotus; Senna perde vaga

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011 11:24 BRST
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - O francês Romain Grosjean voltará à Fórmula 1 em 2012, fazendo dupla com Kimi Raikkonen na Lotus (ex-Renault), anunciou nesta sexta-feira a equipe que teve o brasileiro Bruno Senna como piloto este ano.

Grosjean havia sido demitido da própria Renault em 2009, após fazer sete corridas como piloto reserva, substituindo Nelsinho Piquet. Raikkonen, campeão em 2007 pela Ferrari, também está voltando à categoria depois de passar dois anos disputando ralis.

O anúncio deve deixar desempregados Senna e o russo Vitaly Petrov, que correu pela equipe neste ano ao lado do brasileiro.

Restam agora poucas vagas disponíveis para 2012, e as atenções se voltam principalmente para a Williams, que já confirmou o venezuelano Pastor Maldonado como um dos seus pilotos. Rubens Barrichello quer manter a outra vaga, mas o alemão Adrian Sutil está muito cotado para assumir seu lugar.

Em nota, Grosjean disse estar com "um grande sorriso no rosto" e se sentir um privilegiado por ter conseguido vaga na Lotus. A contratação dele foi anunciada junto com a renovação do patrocínio da empresa petrolífera francesa Total, que há mais de seis anos banca a carreira de Grosjean.

Eric Bouiller, diretor da equipe, agradeceu Petrov e Senna por seu trabalho e lhes desejou boa sorte. Ele disse que optou pelo francês por "ter demonstrado muita maturidade nos últimos 12 meses, por meio da sua vitória na categoria GP2 e do seu desenvolvimento como terceiro piloto".

"Ficamos impressionados quando ele guiou para nós nos primeiros treinos em Abu Dhabi e no Brasil. Estamos confiantes de que chamá-lo para uma das nossas vagas irá nos ajudar no nosso processo de reconstrução", afirmou.

A contratação de Grosjean também significa que, após um hiato, a França voltará a ter dois pilotos na F1 - Charles Pic já havia assinado com a Marussia, ex-Virgin Racing.

A Renault não fez menção ao destino de Robert Kubica, que deveria ter sido o primeiro piloto em 2011, mas ficou afastado durante toda a temporada por causa de um grave acidente na disputa de um rali. A equipe já havia dito que ele não estará recuperado para o início de 2012.