10 de Dezembro de 2011 / às 16:22 / 6 anos atrás

Monterrey sonha com Barcelona na final do Mundial

10 Dez - A equipe mexicana do Monterrey tem condições de se tornar o primeiro time da América Central a chegar à decisão do Mundial de Clubes da FIFA, disse o capitão Luis Perez neste sábado.

“É verdade que nenhum time (da CONCACAF) jamais chegou à final,” ele disse aos repórteres em Toyota, na véspera das quartas-de-final na qual o Monterrey enfrentará os campeões japoneses Kashiwa Reysol.

“Estamos altamente motivados e focados em fazer a final. Nós sabemos que será extremamente difícil vencer dois jogos para chegar lá mas nós temos habilidade para fazê-lo.”

Vencer o campeão japonês Kashiwa no domingo é uma coisa - passar pelo campeão sul-americano Santos, com o atacante Neymar, é outra.

De qualquer maneira, Perez já viveu resultados surpreendentes no torneio, fazendo parte da equipe do Necaxa que bateu o Real Madrid na disputa pelo terceiro lugar na edição de 2000, disputada no Brasil.

“Antes de pensarmos a respeito do Santos, nós temos de ter cuidado com o Kashiwa,” disse Perez. “Nós jogamos com boa posse de bola e defendendo bem, então nós temos que tirar vantagem disso.”

O Reysol se aqueceu com uma vitória fácil por 2 x 0 sobre o time amador Auckland City, da Nova Zelândia, no jogo de abertura da competição que tem sete times, numa partida assistida por um modesto público de 18 mil espectadores.

O campeão europeu e espanhol Barcelona entra na competição mais adiante, junto com o Santos, na fase semifinal após o clássico com o Real Madrid neste fim-de-semana.

O campeão africano Esperance, da Tunísia, enfrenta o Al Sadd do Qatar na outra partida das quartas-de-final. A decisão é no dia 18 de dezembro em Yokohama.

“O Kashiwa é um time muito organizado e disciplinado,” disse o treinador do Monterrey Victor Vucetich. “Nós esperamos um jogo bastante duro.”

O Reysol sofreu um grande susto com seu lateral-direito Hiroki Sakai, correndo o risco de perder o jogo após um estiramento dos ligamentos do joelho contra o Auckland.

O treinador brasileiro do Kashiwa, Nelsinho, foi demitido do Santos após uma goleada por 7 x 1 que o time sofreu para o Corinthians em 2005.

“O Monterrey é o campeão da CONCACAF, logo é uma equipe de qualidade,” disse ele. “Nós precisamos nos concentrar em vencer o Monterrey. Então podemos falar sobre o Santos.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below