Atletas de elite correm mais risco de desenvolver artrite-estudo

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011 12:17 BRST
 

(Reuters) - Atletas de elite do sexo masculino que participam de esportes de alto contato, como futebol, rúgbi e futebol americano, têm um risco maior de desenvolver osteoartrite nos joelhos e quadris do que homens que fazem pouco ou nenhum exercício, mostrou um estudo sueco.

Havia um risco duas vezes maior em jogadores de futebol ou handball, e três vezes maior em jogadores de hóquei no gelo, acrescentaram os pesquisadores, cujo estudo foi publicado no American Journal of Sports Medicine.

A osteoartrite, também chamada de artrose, ocorre quando a cartilagem que amortece as articulações se desgasta. Isso faz com que os ossos entrem em atrito, o que pode provocar dores, inchaços e movimentos limitados.

"A osteoartrite de quadril e joelho... é mais encontrada em ex-atletas do sexo masculino do que o esperado", escreveu o coautor Magnus Tveit da Universidade Lund, na Suécia.

"Uma lesão prévia no joelho está associada com a osteoartrite no joelho em ex-atletas de esportes de impacto, mas não em atletas de esportes de não impacto."

O estudo incluiu mais de 700 atletas suecos aposentados, com idades entre 50 e 93 anos, que praticaram esportes em nível profissional e olímpico, e quase 1.400 homens da mesma idade que se exercitaram pouco ou nada.

O grupo de atletas aposentados incluía homens envolvidos em esportes de muito contato, como futebol e hóquei, e os que participaram em esportes de nenhum contato, como corrida, natação ou ciclismo.

O risco de desenvolver artrite nos quadris ou joelhos era 85 por cento maior em atletas de elite. Em atletas que foram submetidos a cirurgias nas articulações, o risco mais que dobrava.

O risco para os que praticavam pouco ou nenhum exercício era de 19 por cento.   Continuação...