Companheiros de Suárez no Uruguai saem em defesa do atacante

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011 13:45 BRST
 

21 Dez (Reuters) - Os companheiro do atacante do Liverpool Luis Suárez na seleção do Uruguai saíram em defesa do jogador, que foi suspenso por oito partidas na Inglaterra após ter sido acusado de racismo pelo lateral do Manchester United Patrice Evra.

Os uruguaios disseram que em seu país, onde uma boa parte da população é negra ou mestiça, não é racismo chamar alguém de termos como "negro", e que palavras desse tipo podem ser usadas até como apelidos carinhosos.

"Eu não acredito. Eles estão cometendo um grande erro. É claro que na Inglaterra existe um problema com o racismo que eles estão tentando combater, e isso é bom, mas essa suspensão não tem argumentos sólidos", disse o capitão da seleção do Uruguai, Diego Lugano.

"Luis é uma vítima. Não posso entender como um jogador como Evra pode fazer isso. Ele está quebrando todos os códigos do futebol. Todos nós sabemos o tipo de pessoa Luis é e os valores que ele tem", disse o zagueiro do Paris St Germain em seu site pessoal.

A Associação de Futebol da Inglaterra suspendeu Suárez em oito partidas e o multou em 40 mil libras por racismo contra Evra durante um jogo do Campeonato Inglês em outubro. A entidade disse que Suárez usou "insultos" em referência à raça do jogador francês.

O meia da Lazio Álvaro González, que conquistou a Copa América com o Uruguai em julho jogando ao lado de Suárez, disse: "Todos nós que conhecemos Luis sabemos que se ele fez essas declarações, não era para insultar."

"Nós uruguaios, e ainda mais no futebol, usamos termos que podem ser interpretados da forma errada por pessoas de outros lugares... isso não é motivo para chamar um uruguaio de racista", disse ele, segundo o jornal de Montevidéu El País.

González acrescentou que o Uruguai tem uma grande parte de sua população formada por descendentes africanos, e que os "uruguaios normalmente chamam amigos de 'negro' de forma carinhosa".

(Reportagem de Rex Gowar em Buenos Aires)

 
Luis Suárez, do Liverpool, após perder uma chance de gol durante jogo do Campeonato Inglês contra o Queens Park Rangers. Os companheiro do atacante na seleção do Uruguai saíram em defesa do jogador, que foi suspenso por oito partidas na Inglaterra após ter sido acusado de racismo pelo lateral do Manchester United Patrice Evra.
 10/12/2011   REUTERS/Phil Noble