Greve nos transportes força adiamento de jogo do Arsenal

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011 12:23 BRST
 

Por Mike Collett

LONDRES (Reuters) - O Arsenal adiou a partida de segunda-feira contra o Wolverhampton Wanderers pelo Campeonato Inglês por 24 horas por causa de uma greve prevista no metrô de Londres que ameaça provocar um caos na capital britânica.

O jogo no Emirates Stadium foi transferido para terça-feira, às 13h (horário do Brasil), mas a partida do Chelsea contra o Fulham em Stamford Bridge no dia 26 de dezembro, que é feriado, foi mantida apesar da ameaça de paralisação das viagens do metrô.

"Essa decisão tinha que ser tomada agora, antes do resultado do recurso contra a ação industrial (greve) proposta ser finalmente conhecido, devido ao período de preparação necessário para operar de maneira segura o Emirates Stadium por todas as agências relevantes", disse o Arsenal em comunicado colocado em seu site (www.arsenal.com) na quinta-feira.

"A preocupação primordial sempre foi com os fãs do Arsenal, com os torcedores do Wolverhampton Wanderers, com os empregados no dia do jogo, funcionários e com todos que pretendiam ver o jogo".

O clube disse que como não haveria serviços operando as principais linhas de trem de Londres naquele dia, provavelmente haveria "graves interrupções, ou pior, incapacidade de os fãs ou funcionários e trabalhadores do estádio" de chegarem até o jogo.

A greve planejada é resultado de uma disputa sobre a remuneração dos trabalhadores em feriados bancários, mas a legalidade da paralisação foi contestada pelas autoridades da área de transporte e será decidida pela Suprema Corte de Londres ainda nesta quinta-feira.