Simeone promete devolver a garra ao Atlético

terça-feira, 27 de dezembro de 2011 15:30 BRST
 

Por Mark Elkington

MADRI (Reuters) - O ex-capitão da seleção argentina Diego Simeone tentou impressionar o público ao prometer devolver a garra ao Atlético de Madrid em sua apresentação como novo técnico da equipe nesta terça-feira.

O ex-meio-campista, de 41 anos, chegou ao clube para substituir Gregorio Manzano, depois de um errático começo de temporada do clube espanhol.

"Eu gosto de uma equipe agressiva", disse Simeone em uma coletiva de imprensa lotada, em Calderón. "Quero ver um time forte, comprometido e rápido no contra-ataque."

"Essas são as coisas de que os torcedores do Atlético sempre gostaram, e que os ajudam a amar e a se identificar com esta camisa."

Com os cabelos curtos e uma barba incipiente, a ousadia de Simeone ao falar era um forte contraste com o estilo de seu antecessor, que, com 55 anos, tinha uma voz suave e era conhecido como "o professor".

Os seis meses de Manzano no cargo terminaram quando o Atlético foi eliminado da Copa do Rei pelo Albacete, da segunda divisão, na semana passada. Eles estão agora na 10a posição na tabela da Liga Espanhola.

Simeone é muito popular no Vicente Calderón, para onde retorna após dois períodos como jogador.

Em sua primeira etapa, contribuiu para uma dupla conquista do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei, em 1996, e enquanto falava com a imprensa nesta terça-feira, uma enorme fila de fãs esperava nas portas do estádio para tentar ver o argentino.

"Eu sempre tive o objetivo de retornar ao Atlético como técnico", disse Simeone.

"Trarei de volta a ética de trabalho e o entusiasmo que sempre tive. A responsabilidade é enorme, mas não me assusta. Eu sempre enfrentei os desafios e este é mais um deles."

 
O ex-capitão da seleção argentina, Diego Simeone, participa de sua apresentação como novo técnico do Atlético de Madrid, no estádio Vicente Calderón, em Madri. 27/12/2011   REUTERS/Andrea Comas