Nadal diz que preparação para 2012 foi afetada por nova raquete

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012 15:39 BRST
 

DOHA (Reuters) - O tenista número dois do mundo, Rafael Nadal, disse que sua preparação para a nova temporada não foi ideal, já que ele precisou se adaptar a uma nova raquete, mais pesada.

O espanhol, que na terça-feira enfrentará o alemão Philip Kohlschreiber na primeira rodada do Aberto do Catar, acredita que seu rendimento pode sofrer uma queda no curto prazo em consequência da troca de raquete, mas que vai melhorar na frente.

"Minha preparação não foi perfeita, estou tentando jogar com uma raquete um pouco mais pesada para ter mais força", disse Nadal a jornalistas nesta segunda-feira.

"Estou perdendo um pouco do controle agora, algumas vezes eu não sinto o forehand tão bom quanto antes. Mas isso é algo que eu acredito que pode me ajudar no futuro."

Nadal disse que considerou mudar de raquete pela primeira vez no Aberto dos Estados Unidos, em setembro, mas que não teria tempo para se adaptar devido à sequência de torneios.

"Após a final da Copa Davis eu tinha todas as raquetes preparadas em casa para mudar", disse o dono de 10 títulos de torneios do Grand Slam.

"Em tese era para eu treinar quase um mês, ou pelo menos três semanas, com a raquete (nova), mas na verdade eu treinei só uma semana, e agora estou aqui, então não foi o suficiente", acrescentou.

Nadal terminou em alta um ano sem grande brilho ao derrotar o argentino Juan Martin Del Potro de virada para conquistar o título da Copa Davis para a Espanha, no início de dezembro.

O tenista, de 25 anos, teve em 2011 sua pior temporada no circuito em sete anos, conquistando apenas três títulos de simples, mas disse ter ficado satisfeito com suas apresentações.

"Acho que joguei sete ou oito meses fantásticos em 2011. Dos oito primeiros meses, acho que sete meses foram realmente muito bons."

"Perdi para (Novak) Djokovic em todas as finais, mas só perdi para ele. Então isso é algo positivo, jogar quase todas as finais em todos os torneios difíceis e importantes."