Suárez pede desculpa limitada por injúria racial

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012 14:18 BRST
 

LONDRES, 5 Jan (Reuters) - O atacante do Liverpool Luis Suárez pediu desculpas públicas depois de sua suspensão em oito partidas por ter usado termos raciais para se referir a Patrice Evra, mas o uruguaio não chegou a se desculpar diretamente com o lateral do Manchester United.

Suárez teria dito, segundo vários jornais britânicos: "Admiti à comissão que disse uma palavra em espanhol uma vez, e só uma vez. Contei aos membros do painel que não usarei (essa palavra) de novo em um jogo de futebol na Inglaterra. Eu nunca, nunca usei essa palavra em sentido depreciativo, e se ela ofendeu alguém, então quero me desculpar por isso."

Suárez foi punido com a suspensão por oito partidas e multado em 40.000 libras (62.000 dólares) pela Associação de Futebol da Inglaterra depois que uma comissão de três membros independentes declarou que ele era culpado de insultar racialmente Evra durante o jogo em outubro entre o Liverpool e o Manchester United, que terminou em 1 x 1.

O Liverpool disse na terça-feira que não apelaria da decisão.

Como resultado da decisão, Suárez começou sua suspensão na terça-feira e não poderia jogar contra o Manchester City.

Suárez disse em um comunicado que cumpriria a suspensão "com a resignação de alguém que não fez nada errado".

Ele disse ter usado a palavra "negro" uma vez para se dirigir a Evra, mas alegou que era uma palavra comum e que não mostrava falta de respeito em seu país.

 
O atacante do Liverpool Luis Suárez durante jogo contra o Wigan Althletic, na Inglaterra, em dezembro. Suárez pediu desculpas públicas depois de sua suspensão em oito partidas por ter usado termos raciais para se referir a Patrice Evra, mas o uruguaio não chegou a se desculpar diretamente com o lateral do Manchester United. 21/12/2011  REUTERS/Nigel Roddis